Rita Nabais
6 Articles0 Comentários

Viu os Nirvana ao vivo mas não se lembra bem. Tirou fotos com o Mark Sandman mas a câmara não tinha rolo. Tem a certeza que algumas canções foram feitas para ela, e chora mais vezes perante a beleza do que por tristeza. Recusa separar-se do armário carregado com centenas de cassetes, mesmo já não tendo uma aparelhagem onde as possa ouvir. Aprecia as novas tendências enquanto consome os clássicos. Se mandasse, fundia a Radar com a Nostalgia e obrigava todas as escolas a ensinar a história do rock. Pondera aprender Braille. Assim, se um dia ficar surda, poderá escutar as ranhuras do vinil com a ponta dos dedos. Escolhe músicas para fazer os outros dançar e acredita que fazer compilações é uma das Belas-Artes. Tem como missão provar que não existem pés de chumbo, apenas pessoas que ainda não ouviram a sequência perfeita de canções.